Discos diamantados ECD para corte e desbaste eletrodepositado

Lançados em 2017, os discos diamantados ECD são um produto de excelência RUBI. Assim sendo, estes discos são ideias para o corte e desbaste, em seco, de qualquer pedra natural ou material cerâmico, com espessura inferior a 25 mm.

Graças à sua conexão roscada M14, o disco ECD da RUBI é ideal para uso em REBARBADORAS. De momento, este modelo encontra-se disponível em dois diâmetros: Ø115 e Ø125 mm.

Discos diamantado ECD da Rubi
Discos diamantado ECD

Convém ainda referir que estamos diante de um disco com dupla função. Graças ao design de dupla face de diamante eletrodepositado, o ECD permite realizar cortes a seco numa ampla variedade de materiais, sem a necessidade de trocar ferramentas.

Tal permitirá ao profissional poupar de tempo e concluir o trabalho de forma mais efectiva, obtendo os melhores acabamentos.

Disco diamantad ECD
Disco de diamante para corte e desbaste de ECD é um 2 em 1

Vantagens dos discos diamantado ECD

Uma vez que o disco diamantado ECD é um disco de banda contínua eletrodepositada, as vibrações são significativamente reduzidas durante o corte ou desbaste. Culminando, assim, num acabamento preciso, de alta qualidade.

Além disso, existem ainda outras duas vantagens dos discos ECD. Por um lado, a versatilidade dos materiais (telha, grés, porcelana, mármore, granito, …); por outro, as diferentes situações em que pode ser usado (corte reto, esquadria, inserção, acabamento, …).

O nosso disco é um 2 em 1

Por possuir diamante em ambos os lados, este disco Rubi, ao contrário de outros produtos é reversível. Ou seja: irá permitir-lhe tirar um maior proveito do produto, aumentando o seu desempenho.

Por que nem todos os discos são reversíveis?

No fundo, a resposta a isso é apenas uma: segurança! Para usar o disco com segurança, os parafusos de fixação garantem uma perfeita planimetria na borda externa do disco. Deste modo, durante o desbaste, os parafusos não sofrem danos.

Nesse sentido, e para aproveitar os dois lados do disco, a RUBI incorporou dois conjuntos de furos de fixação, que permitem realizar a manobra uma só vez.

Por que podemos girar o disco apenas uma vez?

Basicamente (e mais uma vez!) é uma questão de segurança! Aliás, como pode ver, segurança é algo que levamos muito a sério na RUBI.

Para reduzir o peso e facilitar a dispersão do calor gerado durante o corte, a RUBI opta por um suporte de disco feito de alumínio. Se permitirmos repetidas operações, os alojamentos dos parafusos podem perder pressão. Nestes casos, correríamos o risco de descolamento durante o uso.

Outras medidas de segurança:

Já que falamos de segurança, é importante que tenha em conta as regras básicas. Nesse sentido, estas regras de segurança aplicam-se a qualquer ferramenta de diamante, ora veja:

  • Para começar, o moedor deve ter a proteção adequada e a alça devrá estar corretamente fixada. Durante o uso, use sempre as duas mãos.
  • Quanto ao material, tenha sempre consigo as luvas, óculos, proteção auditiva, máscara facial, assim como roupa e calçado apropriados.
  • Além disso, verifique sempre a direção de rotação do moedor e faça o corte, de modo a que as partículas projetadas saiam na direção oposta.
  • Em materiais mais espessos, de 20 a 25 mm, recomenda-se cortar em etapas. Deste modo, irá facilitar o resfriamento do disco. Para isso, deixe o disco ventilar e esfriar a cada etapa.

Vida útil dos discos diamantado ECD

Em suma, como pode ver o disco RUBI ECD é um produto de excelência, que lhe permitirá executar bons cortes, sem sacrificar a qualidade.

Para terminar, apenas uma nota final! Apenas tenha em conta que a vida útil do disco pode variar significativamente, dependendo dos materiais com que trabalhar. Por exemplo, se os usar constantemente com materiais mais duros, a vida útil do disco diminuirá consideravelmente.

Please rate this

Post a comment