Antes de falarmos dos tipos de cortes de cerâmica, é importante (re)conhecer a grande variedade e tipos de cerâmica existentes. Ter a ferramenta certa é fundamental para efetuar cortes de máxima precisão nos diferentes tipos de ladrilhos, mas só isso não basta!

Nesse sentido, devemos ter sempre ter em conta dois factores:

  1. Existem diferentes tipos de revestimentos cerâmicos e cada um com características distintas, seja quanto ao material, à forma ou à dureza.
  2. Paralelamente, o mesmo acontece com os as ferramentas de corte. Sejam elas para corte elétrico ou corte manual, a verdade é esta: a oferta é vasta e escolher a ferramenta mais adequada aos vários tipos de corte de cerâmica nem sempre é uma tarefa fácil!

Tipos de cerâmica e suas características 

Actualmente, a cerâmica continua a ser um dos materiais mais usados na construção, quer para o revestimento de pisos, quer de paredes. Por isso, antes de falarmos dos tipos de cortes de cerâmica, vamos falar das suas tipologias e características.

Para que começar, sempre que ouvir “revestimento cerâmico” saiba que este conceito engloba todos os tipos existentes no mercado. Hoje em dia, os três mais populares e usados ​​são:

  1. Grés porcelânico
  2. Grés esmaltado e 
  3. Azulejo

1 – Grés porcelânico características

A grande versatilidade e resistência deste tipo de cerâmica permite que seja instalada em áreas residenciais e não só. Aliás, é muito comum vê-lo em áreas comerciais de tráfego intenso – e não exclusivamente pedonal. Por sua vez, é também o revestimento cerâmico ideal para as áreas geográficas onde o riscos de geada é maior.

Uma vez que a porosidade do grés porcelânico é praticamente nula, este é considerado um material cerâmico quase impermeável e muito resistente aos ciclos de gelo e às mudanças de temperatura.

2 – Grés esmaltado características

Os ladrilhos cerâmicos de grés porcelânico vitrificado são geralmente utilizados na colocação de pisos. Normalmente, estes ladrilhos são usados em espaços residenciais e podem ser colocados em qualquer divisão. Além disso, oferecem uma grande resistência, funcionando também muito bem em áreas não residenciais.

3 – Azulejo características

Este tipo de ladrilho cerâmico é usado sobretudo em paredes de espaços interiores, principalmente cozinhas e casas de banho. Em Portugal, têm uma grande expressão cultural sendo muito utilizados como elemento decorativo em espaços exteriores, desde murais às fachadas dos edifícios.

Tipos de cortes de cerâmica

Quando se trata de cortar cerâmica, existem inúmeros tipos de corte. De um modo geral, podemos classificá-los em dois grupos principais: os cortes comuns e os especiais. Vamos, então, começar pelos cortes mais comuns.

Cortes comuns 

  • Corte ortogonal ou corte reto

Para realizar este tipo de corte é necessário fixar a cerâmica contra o esquadro e colocar o batente lateral no tamanho necessário para o corte.

  • Corte diagonal de 45 graus

Este corte é feito apenas em cerâmica quadrada. O procedimento é o mesmo do corte ortogonal, com a única diferença de que ao invés de cortar pelas laterais da placa cerâmica, é contra os cantos. Para isso, deve usar a ferramenta que, uma vez adaptada ao batente lateral, permite que a cerâmica seja posicionada a 45°.

  • Corte angular de 0 a 90 graus

É um corte muito comum, já que na hora de instalar a cerâmica, existem sempre desvios nas paredes ou espaços que exigem ângulos mais diversificados.

Outros cortes | Cortes especiais

Durante o assentamento de grés porcelânico ou grés esmaltado, é comum ter de fazer cortes especiais. Isto acontece sempre que um profissional se depara com orifícios para tomadas de água, cantos, etc.. Para levar a cabo estes cortes, vai necessitar de outras ferramentas. Falamos de cortadores eléctricos e serras de esquadria com discos ou brocas diamantadas. Nesse sentido, os cortes especiais em ladrilhos cerâmicos são os seguintes:

  • Tiras estreitas
  • Buracos redondos
  • Buracos quadrados
  • Rendas para molduras e similares
  • Corte volumétrico de cerâmica
  • Mitra

Post a comment